Paternidades

Estudo da Paternidade

Pretende estudar a existência de uma relação de parentesco entre duas pessoas e fundamenta-se no estudo do material genético.

Cada indivíduo herda metade do ADN da mãe e a outra metade do pai, o teste de paternidade verifica a análise de paridades em 15 marcadores genéticos. Ou seja, cada indivíduo possui duas cópias de cada um destes marcadores, uma proveniente da mãe e a outra do pai. É através da análise destas cópias, presentes nos marcadores da mãe, do filho e do suposto pai, que é possível aferir se este é realmente o pai biológico da criança.

O teste de paternidade efectuado na GenoMed é o recomendado pelo Grupo de Línguas Espanhola e Portuguesa da Sociedade Internacional de Genética Forense (GHEP-ISFG), do qual é membro e participa regularmente nos programas de avaliação externa da qualidade organizados pelo mesmo.

Este teste de paternidade possui validade jurídica, uma vez que a identidade dos intervenientes é totalmente garantida, assim como a corrente de custódia das amostras, pelo que os resultados obtidos podem ser utilizados em tribunal no âmbito de um processo judicial. Os testes efectuados pela GenoMed são realizados com o máximo rigor e garantem a máxima discrição e confidencialidade.

O resultado do teste pode excluir a paternidade com uma segurança de 100% (ou seja, o pretenso pai em estudo NÃO é o pai biológico), ou pode “confirmar” a paternidade revelando uma determinada probabilidade de o pretenso pai ser o pai biológico.

Para fazer o teste de Paternidade Genoration, basta contactar a GenoMed através do nº 21 799 95 01 ou através do email: genomed@genomed.pt.

Poderá efectuar a colheita das amostras na GenoMed ou numa das nossas clínicas parceiras.

Para saber a informação necessária para realizar o teste de paternidade consulte as requisições aqui.

Após marcação prévia, os intervenientes do teste de paternidade têm de comparecer em simultâneo no laboratório para a realização das colheitas. Além do necessário reconhecimento entre eles, os intervenientes terão de apresentar um documento de identificação, com fotografia e assinatura.

A GenoMed realiza testes de paternidade entre pretenso pai, filho(a) e mãe, designado trio completo e entre pretenso pai e filho(a), designado por duo. O teste de paternidade entre o pretenso pai e filho (duo) apenas se poderá realizar na ausência da mãe se o pretenso pai em estudo for o pai de registo da criança (não se aplica se o filho(a) for maior de idade). Caso contrário a mãe terá de estar presente na altura da colheita e consentir de forma expressa escrita a realização do teste assinando a requisição e a respectiva declaração de responsabilização. Na ausência da mãe, o pretenso pai, caso seja o pai de registo da criança, tem de assegurar o preenchimento e assinatura da declaração de responsabilização incluída na requisição e que conta com o consentimento da mãe.

A GenoMed apenas realiza testes de paternidade em amostras colhidas na GenoMed ou nos laboratórios parceiros por técnicos habilitados e qualificados para tal, que asseguram a correcta recolha das amostras, a averiguação das identidades assim como o consentimento expresso e escrito para a realização dos referidos testes. Não se realizam estes testes em amostras colhidas pelos próprios ou por terceiros em ou qualquer outro tipo de amostras biológicas que não as preconizadas nos nossos procedimentos.

Os resultados dos testes de paternidade realizados na GenoMed (e nos laboratórios parceiros) poderão ser utilizados em tribunal pois a cadeia de custódia das amostras é mantida e assegurada. A respectiva validade legal dos resultados é conferida pelo Juiz em tribunal que é soberano nesta matéria.

Para qualquer outra questão relacionada com este assunto, não hesite em contactar-nos através do e-mail genomed@genomed.pt. Teremos todo o gosto em esclarecê-lo(a).

As colheitas efectuadas em todos os intervenientes consistem em:

– Colheita de sangue capilar por picada no dedo (ou calcanhar, no caso de crianças com menos de 1 ano de idade) e recolha em papel;

– Colheita de células epiteliais da mucosa bucal por zaragatoa.

O relatório será disponibilizado cerca de 1 a 2 semanas após a realização das colheitas. Este documento é entregue apenas ao próprio, no laboratório, mediante a apresentação do documento de identificação.

Em alternativa, caso seja solicitado pelo interveniente no momento da colheita, pode ser enviado por correio registado com aviso de recepção. Não são enviados resultados por e-mail, fax nem são transmitidos por telefone.

O teste de paternidade envolvendo o trio completo (mãe, filho(a) e pretenso pai) tem o custo de 800 euros.

O teste entre pretenso pai e filho(a) tem o custo de 535 euros. Cada indivíduo extra tem um custo de 270 euros.

Está nos nossos Genes

Testemunhos de Utilizadores

  • A GenoMed, Diagnóstico de Medicina Molecular tem desenvolvido uma colaboração fundamental no âmbito do Centro de Referência de Doenças Hereditárias do Metabolismo(DHM)-Pólo dos Adultos, no sentido de promover a transferência de conhecimento científico na área da medicina molecular para a prática clínica. A análise do exoma clínico através da sequenciação por NGS representa uma mais valia no estudo e diagnóstico das DHM.
    Anabela Oliveira Directora do Serviço de Urgência Central do HSM
  • Um laboratório eficaz, orientado para a modernização e permanente actualização, que alia a competência à capacidade de diálogo entre o laboratório e a clínica; mais do que um laboratório, uma interface eficaz entre a genética e a clínica, facilitando e aproximando dois vectores da medicina.
    Sofia Jorge Nefrologista, HSM
  • Como investigador tenho encontrado na GenoMed a colaboração pronta e eficaz, como clínico a GenoMed responde com rapidez e precisão às minhas solicitações, mas sempre um bom parceiro.
    Mamede de Carvalho Professor Catedrático - Director do Instituto de Fisiologia - Group Leader no iMM
  • A importância do testes genéticos no diagnóstico da doenças neurológicas não tem parado de crescer. Das doenças neuromusculares às do movimento, passando pela epilepsia e pelas doenças vasculares raras, os testes genéticos tornaram-se um elemento fundamental do diagnóstico e da compreensão da expressão clínica das doenças do Sistema Nervoso Central e Periférico.
    José Ferro Director do Serviço de Neurologia do HSM - Group Leader no iMM
EnglishPortugal